Exemplo de Ideia de Itinerário de Munique a Viena

Para explorar os Alpes e ver o melhor da Alemanha e da Áustria numa aventura inesquecível, este artigo oferece um itinerário de Munique a Viena. Embora sejam menos de 450 km (280 milhas) de Munique a Viena, as duas cidades oferecem uma arquitectura, cozinha, cultura e história muito diferentes. Ao longo do caminho, acrescentar paragens em locais como o Castelo de Neuschwanstein e a cidade de Salzburgo. Em apenas uma semana, irá experimentar o cenário do sul da Alemanha, as cidades da Áustria, e a vibração destas duas incríveis nações da Europa.

1. Munique (2 Noites)

Munique Iniciar a viagem de uma vida em Munique, a capital da Baviera no sul da Alemanha. Munique é talvez mais conhecida pelos seus jardins de cerveja movimentados e pela Oktoberfest anual, mas há muito mais na cidade do que apenas as suas cervejas. Para os entusiastas da arquitectura, Munique não decepcionará, e poderá preencher um dia de visita turística para ver a Residenz do século XIV, a residência real de Verão do século XVII chamada Schloss Nymphenburg ou a Frauenkirche, uma estrutura religiosa impressionante que domina a linha do horizonte de Munique. Se preferir museus e galerias de arte, não perca o Brandhorst Museum ou os três museus de arte colectivamente conhecidos como Pinakotheken.

2. Neuschwanstein (escala)

Neuschwanstein Nenhuma viagem à Baviera poderia ser completa sem visitar Neuschwanstein, um palácio do século XIX construído em estilo românico. Outrora a casa de Verão do Rei Ludwig II da Baviera, o Castelo de Neuschwanstein é também a inspiração para o famoso castelo da Disney. A bela estrutura parece algo fora de um conto de fadas, e está situada entre os contrafortes dos Alpes para vistas de cortar a respiração. Dentro do castelo pode passear através do portão de entrada, visitar a cozinha mobilada autenticamente, respirar na sala do trono cintilante e admirar as tapeçarias ricas, arte e decoração nos muitos quartos e estudos do antigo rei bávaro.

3. Garmisch-Partenkirchen (1 noite)

Garmisch Partenkirchenpng A menos de 100 km (60 milhas) a sul de Munique situa-se a cidade de Garmisch-Partenkirchen, um destino alpino popular entre os entusiastas do ar livre. A área é particularmente popular no Inverno, quando se pode esquiar o Zugspitze, que é a montanha mais alta de toda a Alemanha. Mesmo quando não há neve, pode caminhar pelas trilhas alpinas, admirar as paisagens de cortar a respiração à sua volta e passear ao longo do Partnachklamm. Depois de muitas actividades ao ar livre, os restaurantes locais são uma opção apelativa, e é possível provar pratos saborosos na Rathausplatz ou simplesmente aquecer com algumas bebidas espirituosas num bar local.

4. Innsbruck (Escala)

Innsbruck Do outro lado da fronteira alemã, encontra-se a cidade de Innsbruck, Áustria. A capital do Tirol, Innsbruck, é um lugar pitoresco que é também conhecido como a maior estância de esqui dos Alpes. Além de passeios de trenó, esqui, snowboard e passeios de carro de neve, Innsbruck orgulha-se de possuir uma variedade de atracções históricas. Na sua escala na cidade, não vai querer perder a arquitectura ou a colecção de armaduras em Schloss Ambras, a catedral barroca do século XVIII chamada a Basílica de Wiltener, o Museu do Sino com 400 anos ou o Alpenzoo, onde pode ver a vida selvagem alpina num habitat cénico.

5. Salzburgo (2 Noites)

Salzburg A seguir, na sua viagem de Munique a Viena, dirija-se para a cidade austríaca de Salzburgo. Embora seja o local de nascimento de Mozart e o cenário do Som da Música, Salzburgo tem muito mais a oferecer do que as suas conquistas musicais. A arquitectura histórica alinha as ruas, e talvez queira visitar os belos jardins do Castelo de Hellbrunn, o topo da fortaleza de Hohensalzburg, os edifícios medievais que compõem a praça Alter Markt e o incrível Dom zu Salzburg. Saiba mais sobre a cidade no Museu de Salzburgo ou obtenha um curso intensivo de cultura austríaca no Museu de Arte Moderna de Salzburgo. Não parta sem visitar as incríveis minas de sal nos arredores da Cidade Velha, o que explica como Salzburgo recebeu o seu nome.

6. Viena (2 Noites)

Viena Completar esta aventura europeia com duas noites em Viena, a capital da Áustria e o seu centro económico e cultural. Duas noites apenas arranham a superfície deste magnífico destino, mas os destaques serão sem dúvida o Palácio de Hofburg, que serviu como residência real dos Habsburgos até ao século XX, as impressionantes torres da Catedral de Santo Estêvão, a enorme Biblioteca Nacional Austríaca e o edifício do Parlamento, que está aberto a visitas públicas quando o Parlamento não está em sessão. Antes de deixar a Áustria, aprecie especialidades culinárias vienenses como Apfelstrudel, Wiener Schnitzel e um prato de carne cozida chamado Tafelspitz.

Sumário

Dia 1: Chegar a Munique, dormir em Munique Dia 2: Explorar Munique, dormir em Munique Dia 3: Para Garmisch-Partenkirchen via Neuschwanstein, dormir em Garmisch-Partenkirchen Dia 4:Para Salzburgo via Innsbruck, dormir em Salzburgo Dia 5: Explorar Salzburgo, dormir em Salzburgo Dia 6:Para Viena, dormir em Viena Dia 7: Explorar Viena, dormir em Viena Dia 8: Voar para casa.

Related Stories

Llegir més:

15 Melhores Coisas a Fazer na Eslovénia

A Eslovénia consegue colocar algumas das mais impressionantes atracções turísticas naturais da Europa no...

5 Mais belos fiordes noruegueses

Durante a era do gelo, vales profundos e entradas estreitas cheias de água do...

Como passar 2 semanas em França Exemplo de itinerário

Todos devem ir a França pelo menos uma vez na vida. Uma vez lá...

Top 10 Lugares a visitar na Bulgária

O pequeno país dos Balcãs, a Bulgária, é um dos diamantes em bruto da...

Top 10 Parques Nacionais Mais Bonitos da Tailândia

A Tailândia é uma nação com vários parques nacionais espantosos. Se visitar este país...

15 Melhores Países a Visitar na Ásia

A Ásia, o maior continente da Terra, estende-se desde as margens do Mar Mediterrâneo...