15 Melhores Coisas a Fazer na Mongólia

Situada entre a Rússia e a China, a nação sem saída para o mar da Mongólia é um dos lugares mais aventureiros da Ásia. Famoso pela sua infinita e vazia estepe, rica cultura nómada e Genghis Khan, o vasto país pede para ser explorado, com uma miríade de incríveis atracções turísticas para os visitantes. Lar de majestosas montanhas, planícies pitorescas e o desolado Deserto de Gobi, as paisagens maravilhosamente selvagens da Mongólia são de tirar o fôlego, com remotas yurts a serem encontrados aqui e ali. Para além de experimentar a hospitalidade dos nómadas, outras coisas a fazer na Mongólia incluem caminhadas a cavalo e caminhadas de camelo através do espectacular cenário. Além disso, muitos festivais fascinantes realçam a rica história, cultura e tradições da Mongólia.

1. Festival Naadam

Festival Naadam O Festival Naadam, que apresenta e celebra a rica história, património e cultura da Mongólia, realiza-se anualmente na capital do país, Ulaanbaatar. Acredita-se que antes da época de Genghis Khan, as festividades centenárias vêem os atletas competir ferozmente em tiro com arco e flecha, corridas de cavalos e luta livre, assim como em danças e celebrações tradicionais. Enquanto as competições de luta dura costumavam testar as proezas militares dos soldados, o festival agora comemora e celebra a independência do país. O colorido e caótico Festival Naadam, realizado durante o feriado nacional de 11 a 13 de Julho, é uma das melhores coisas para ver e fazer na Mongólia.

2. Passeio de camelo no Deserto de Gobi

deserto de Gobi O Deserto de Gobi, a maior região desértica da Ásia, cobre uma extensão infinita de paisagens sombrias mas belas no sul da Mongólia. Limitada por picos proeminentes, planaltos e planícies, a sua bacia é o lar de tudo, desde pitorescos oásis isolados e rios salgados a antigas formações rochosas e espectaculares desfiladeiros. Devido à sua dureza e imperdoabilidade – embora sem dúvida sedutor e sedutor – o Deserto de Gobi é emocionante de explorar: percorrer as suas dunas de camelo é uma experiência inesquecível. Entre os seus muitos destaques estão os penhascos, grutas e desfiladeiros de Yolyn Am e Dungeneegyn Am e as dunas cantoras de Khongoryn Els, todos localizados no Parque Nacional Gobi Gurvansaikhan.

3. Fica num Ger

ger Embora famoso por Genghis Khan e a Horda de Ouro, as tradições nómadas da Mongólia ainda estão muito vivas, com mais de 30% da sua população a aderir a este antigo modo de vida. Como tal, de certeza que te depararás com muitos gers ou yurts enquanto viajas pelas majestosas montanhas, deserto e estepe da Mongólia. Ficar numa destas tendas redondas quentes e acolhedoras é uma óptima maneira de aprender sobre a rica herança cultural da Mongólia enquanto conversas com as famílias locais, provas de chá de leite e provas de comida deliciosa. Depois de experimentares esta humilde hospitalidade, podes acordar após uma noite de sono relaxante e explorar a natureza deslumbrante que te rodeia.

4. Complexo de Estátua de Genghis Khan

Genghis Khan estátua complexo Localizado a pouco mais de 50 quilómetros a leste de Ulaanbaatar, este cativante complexo é o lar de um dos símbolos mais icónicos da nação: a enorme estátua equestre de Genghis Khan. Sentado no topo do seu poderoso corcel, o temível fundador do Império Mongol olha para a estepe circundante, dominando e definindo a paisagem com o seu tamanho e escala. Feita de aço inoxidável cintilante, a espectacular estátua sobe até 40 metros, com vistas deslumbrantes a serem desfrutadas da cabeça do cavalo. Embora seja sem dúvida o ponto alto do complexo, existe também um grande museu que exibe artefactos mongóis antigos.

5. Khongoryn Els

Khongoryn els Khongoryn Els, que cobre uma enorme faixa do Parque Nacional Gobi Gurvansaikhan, é uma visão de cortar a respiração como nenhuma outra. Conhecidas como as «Dunas Cantantes» pelo som distinto que a areia faz quando o vento sopra, as enormes dunas atingem 300 metros de altura e estendem-se por uns incríveis 100 quilómetros. Embora as areias em constante mudança façam da escalada até ao topo uma tarefa árdua, vale bem a pena: as vistas da areia sem fim que te rodeia são divinas. Porque as paisagens do deserto são tão hipnotizantes, acampar e caminhar de camelo entre as dunas é uma das coisas mais mágicas e memoráveis a fazer na Mongólia.

6. Khustain Nuruu National Park

Parque Nacional Khustain Altay Mais conhecido por ser o lar do maravilhosamente selvagem e livre Takhi, uma raça de cavalo mongol outrora considerada extinta, o Parque Nacional Khustain Nuruu protege e preserva o seu habitat natural. Criado em 1993, o parque abrange estepes pitorescas e montanhas baixas e está localizado a cerca de 100 quilómetros a oeste de Ulaanbaatar. Devido às suas paisagens deslumbrantes e habitantes bem conhecidos, o parque nacional é muito popular. Muitos visitantes ficam em Gers ou vão andar a cavalo na selva. Para além do takhi, Khustain Nuruu é o lar de veados, javalis, linces e lobos, sendo o nascer e o pôr-do-sol os melhores momentos para os ver.

7. Tsenkher Hot Springs

Tsenkher fontes termais Aninhadas entre os verdes contrafortes das montanhas de Khangai, as fontes termais fumegantes e calmantes de Tsenkher são conhecidas há muito tempo pelas suas propriedades curativas. Localizadas na província de Arkhangai, as nascentes encontram-se num local idílico rodeado de belas florestas e colinas ondulantes. Reputados como os segundos mais quentes de toda a Mongólia, são aquecidos por fontes vulcânicas nas montanhas próximas. Hoje em dia, os visitantes das termas de Tsenkher podem ficar nos vários resorts espalhados pela região e relaxar e descontrair em piscinas exteriores, banhos interiores e spas. Além disso, caminhadas e passeios a cavalo nas pitorescas colinas e vales são muito agradáveis.

8. Gandan Monastery

Mosteiro Gandan Um dos mosteiros mais importantes e impressionantes da Mongólia, Gandan está localizado no coração da capital do país, Ulaanbaatar. Construído pela primeira vez em 1809, foi reconstruído e restaurado inúmeras vezes ao longo dos anos, e felizmente saiu incólume das purgas religiosas dos anos 30. O mosteiro, que apresenta uma arquitectura deslumbrante com influências chinesas, mongóis e tibetanos, alberga magníficos templos e brilhantes ícones e imagens budistas. Das muitas estátuas magníficas, a sua imagem de 26,5 metros de altura, revestida a ouro, de Avalokitesvara é a atracção estrela. O Mosteiro Gandan, que significa «Grande Lugar de Alegria Completa» em Tibetano, é incrível de se visitar. Ainda está em uso, e os monges realizam rituais e cerimónias diárias nos seus recintos.

9. Tsagaan Suvarga

Tsagaan Suvarga Localizado num local pitoresco e isolado no sudeste do país, Tsagaan Suvarga é outra das incríveis paisagens naturais da Mongólia. Com mais de 400 metros de comprimento, os penhascos atingem 60 metros de altura e apresentam uma espantosa variedade de cores. Ao lado das suas camadas de barro vermelho e branco estão tons pastéis de roxo e laranja, enquanto o céu azul brilhante se destaca deliciosamente acima. Muitas vezes chamada «stupa branca» pela sua semelhança radiante com os locais rituais da longa distância, Tsagaan Suvarga domina imperiosamente os montes ululantes circundantes. Para além de apreciar as vistas e caminhar pelas suas paisagens de cortar a respiração, os visitantes podem acampar no local e visitar os antigos petróglifos esculpidos na rocha próxima.

10. Andar a cavalo no Orkhon Valley

andando no vale Orkhon Durante milénios, o Orkhon Valley foi considerado o epicentro da vida, cultura e poder estepárias, com inúmeros khans e reinos originários daqui. Como tal, está agora repleto de lugares de interesse histórico e cultural: magníficos monumentos, mosteiros e memoriais estão ao lado dos restos da outrora grande cidade de Karakorum. Além disso, o vale tem uma bela paisagem, com cachoeiras cintilantes e prados cheios de flores vislumbradas aqui e ali. A área é melhor explorada a cavalo. Situado quase perfeitamente no centro da Mongólia, o Orkhon Valley é um local fantástico para experimentar as ricas tradições pastorais e o modo de vida nómada do país, enquanto se mantém em gers e segue as pegadas dos Khans.

11. Lago Khovsgol

Rodeado por majestosas montanhas, florestas e vales, o Lago Khovsgol está localizado no extremo norte do país, num belo parque nacional com o mesmo nome. Formado há mais de dois milhões de anos, é um dos maiores lagos do país e contém quase 70% do abastecimento de água doce do país. Conhecido como a «Pérola Azul da Mongólia» pelas suas águas profundas e escuras, o lago é um destino turístico cada vez mais popular graças ao seu cenário encantador e espectacular. Para além de caminhadas ao longo da margem do lago e banhos nas suas águas, os visitantes do Lago Khovsgol podem observar a vida selvagem na magnífica paisagem circundante.

12. Golden Eagle Festival

golden festival águia O Festival Golden Eagle, realizado todos os anos em Olgii, no extremo oeste da Mongólia, é um espectáculo para levantar o teu espírito. No decurso de um fim-de-semana de Outubro, uma centena de caçadores de águias cazaques vêm celebrar a sua herança através de competições, exibições culturais e cerimónias. Vestidos com trajes tradicionais, os caçadores competem em várias categorias, e as suas águias são classificadas em velocidade, agilidade e precisão. Para além da caça ao coração, há também corridas de camelos, jogos de cavalos e tiro com arco e flecha. Um festival fascinante como nenhum outro, as águias Olgii são certamente emocionantes de ver, com muitas boas fotos de todos os eventos e festividades.

13. Bayanzag

Bayanzag Mais conhecido como «Flaming Cliffs», Bayanzag é uma parte deslumbrantemente bonita do Parque Nacional Gobi Gurvansaikhan, que fica na parte central sul do país. O paleontólogo Roy Chapman Andrews, que escavou na área na década de 1920, apelidou estes impressionantes penhascos de arenito pela sua tonalidade avermelhada. Ao longo dos anos, um número de fascinantes fósseis e ovos de dinossauros foram aqui descobertos entre a paisagem deliciosamente desolada. Embora não haja muito para fazer em Bayanzag, para além de escalares os penhascos e olhares para o vazio sem fim, os Flaming Cliffs são uma visão épica, especialmente quando iluminados ao pôr-do-sol.

14. Mosteiro Erdene Zuu

Erdene Zuu mosteiro O primeiro mosteiro budista da Mongólia, Erdene Zuu, foi fundado em 1585. No seu auge, tinha 62 templos que alojavam mais de mil monges. Localizado junto a Karakorum, a antiga capital do império mongol (e construído a partir das suas ruínas), o mosteiro está agora atrás de uma longa parede salpicada de estupas cintilantes. Embora tenha sofrido perseguição e negligência durante a era comunista, ainda existem algumas estátuas e esculturas preciosas para serem vistas, assim como um punhado de templos e salas de cerimónia impressionantes. Os visitantes de Erdene Zuu, que é mais uma vez um mosteiro budista activo, podem assistir a cerimónias diárias e aprender mais sobre a rica história e herança do complexo no seu maravilhoso museu.

15. Khorgo-Terkh National Park

Terkhiin lago Tsagaan Localizado na sedutora e atraente província de Arkhangai no centro da Mongólia, o Parque Nacional de Khorgo-Terkh possui um esplêndido cenário e paisagens espectaculares. Centrado nas águas reflectoras do Terkhiin Tsagaan Nuur ou «Grande Lago Branco», o parque é o lar de colinas sem fim, estepes e um grande campo vulcânico. A sua outra característica notável é o imponente Monte Khorgo de 2.240 metros de altura, um vulcão adormecido com uma cratera cavernosa que oferece vistas extraordinárias do lago vizinho a partir do seu cume. O parque nacional é um local encantador para visitar, e caminhadas, natação, campismo e passeios a cavalo são passatempos populares.

Related Stories

Llegir més:

Top 10 Parques Nacionais Mais Bonitos da Suécia

As deslumbrantes paisagens naturais da Suécia vão desde remotas tundras árcticas a profundos desfiladeiros...

As 12 regiões mais belas dos Países Baixos

Conhecida pelas suas terras baixas que se encontram por detrás de um intrincado e...

10 Parques Nacionais Mais Bonitos em França

Desde as suas belas praias no sul até aos indomados Alpes e campos rústicos,...

Onde Ficar na Ilha de Hvar: Os Melhores Hotéis...

Conhecida pelas suas muitas enseadas secretas, pelo delicioso vinho produzido localmente e pela profundidade...

Itinerário de amostra para o Norte da Tailândia para...

Este itinerário de 2 semanas combina uma viagem ao norte da Tailândia com o...

Top 10 Melhores Praias em Sihanoukville, China

Localizado a cerca de 4 horas de autocarro de Phnom Penh, Sihanoukville é o...